Movimento Paulistano de Luta Contra a Aids email mopaids@gmail.com

Indicações para o Prêmio José Araújo Lima Filho

Estão abertas as indicações dos concorrentes ao Prêmio José Araújo Lima Filho de Ativismo e Direitos Humanos - 3ª Edição - 2022.

Prêmio José Araújo Lima Filho de Ativismo e Direitos Humanos | MOPAIDS
Prêmio José Araújo Lima Filho de Ativismo e Direitos Humanos | MOPAIDS

MOPAIDS
25/07/2022

3ª Edição Prêmio: “José Araújo Lima Filho de Ativismo e Direitos Humanos”

Realização: MOPAIDS Movimento Paulistano de Luta contra a Aids

Em 2019 o Movimento Paulistano de Luta Contra a Aids instituiu o Prêmio “José Araújo Lima Filho de Ativismo e Direitos Humanos” com dupla finalidade; reconhecer e homenagear trabalhos, pessoas, organizações e políticas significas para o enfrentamento do HIV/aids na cidade de São Paulo e também para homenagear a José Araújo lima Filho que faleceu em setembro desde mesmo ano, aos 62 anos, um ícone da luta contra a aids.

Sua militância e ativismo em defesa das pessoas que vivem com HIV/aids começou na primeira década da epidemia, na recepção do Centro de Referência e Treinamento em DST/Aids de São Paulo. Como membro e também presidente do GIV – Grupo de incentivo à Vida, nos primeiros anos deste agravo em nosso país, foi um dos responsáveis por reunir os pacientes para troca de experiências, solidariedade e provocações para o engajamento na luta. Participou da criação da RNP+ Brasil, em 1995, da criação do Fórum das ONG/Aids do Estado de São Paulo em 1996 e trabalhou no acolhimento de crianças com HIV, sendo o coordenador geral da Associação François Xavier Bagnoud do Brasil (AFXB).

Seus últimos anos de vida foram dedicados ao EPAH (Espaço de Prevenção e Atenção Humanizada), a Comissão Nacional de Ética em Pesquisa (CONEP) e ao Movimento Paulistano de Luta contra a Aids (Mopaids). Por décadas realizou diversas parcerias com organizações do Japão, proporcionando trocas de experiências de prevenção e autocuidados entre os brasileiros lá residentes. Também atuou fortemente na luta pela garantia de direitos de participantes de pesquisas clínicas.

Sua trajetória foi marcada pela defesa do SUS e em defesa dos mais vulneráveis. A resistência era sua marca e não media esforços para que as políticas públicas as inciativas privadas pudessem ser mais inclusivas e que respeitassem os direitos humanos.

Categorias a serem homenageadas nesta 3º Edição:

ONGs:

Reconhecer o trabalho de organizações não governamentais que atuam diretamente com a valorização da vida e das pessoas que vivem em situação de vulnerabilidade social, em especial, ONGs que atuam no enfretamento da Tuberculose, do HIV/aids e das hepatites virais na cidade de São Paulo;

Direitos Humanos:

Reconhecimento de Autoridade do Executivo ou legislativo municipal com iniciativas e ações exemplares, que tenham contribuído para assegurar direitos a população em situações de vulnerabilidades em especial à população LGBTQIA+, pessoas vivendo com HIV/aids, tuberculose e hepatites Virais na cidade de São Paulo;

Juventudes:

Reconhecimento de jovem, até 29 anos, com engajamento para a diminuição de estigmas e preconceitos e no acolhimento e difusão de informações sobre o HIV/aids e agravos associados, atuando como agente transformador em seus espaços de convivência e sociabilização, podendo estar no cenário nacional, estadual ou municipal com impacto na realidade municipal de São Paulo;

Arte e Cultura:

Reconhecimento de Instituição, Coletivo ou pessoa, com produção de conteúdo em IST/HIV, Tuberculose e Hepatites Virais, através de expressões artísticas e culturais como produções teatrais, performáticas, publicações, e outras artes visuais tais como fotografia, pintura, gravura, desenho, videoarte, escultura que buscaram ampliar o acesso a informação e difusão cultural para a transformação e diminuição das vulnerabilidades sociais e quebra de estigmas, preconceitos e ampliação de conhecimento. Podendo ser expressão nacional, estadual ou municipal com impacto na realidade municipal de São Paulo;

Mobilização Social:

Reconhecer a união de pessoas articuladas de maneira responsável e interdependente, objetivando alcançar a melhoria de uma realidade, podendo ser Pessoa, instituição pública ou privada, coletivos com atuação diversa e capaz de envolver e mobilizar diferentes setores da sociedade, na defesa dos serviços e políticas públicas de saúde em IST/HIV/aids, Tuberculose e Hepatites Virais, para o não sucateamento dos serviços de saúde e proteção social;

Assistência:

Reconhecer Profissional e/ou serviço de IST/Aids, Tuberculose e/ou Hepatites Virais no cuidado e acolhimento humanizado à pessoas vivendo com HIV/aids e/ou em tratamento e cuidado da Tuberculose e Hepatites Virais dos serviços municipais ou estadual da cidade de São Paulo;

Política Pública:

Reconhecer processos, ações e práticas governamentais estruturantes da Política Pública de Saúde em IST/Aids, Tuberculose e/ou Hepatites Virais, que visaram assegurar e ampliar a resposta para acesso a assistência e prevenção, fundamentada nos direitos Humanos e com interface nas políticas sociais na Cidade de São Paulo;

Pessoa Vivendo com HIV/Aids:

Reconhecimento à Pessoa vivendo HIV/aids que impacta com sua vivencia outras pessoas de forma positiva, para diminuição de estigmas e preconceito, superação de vulnerabilidades e ampliação da solidariedade e em defesa dos direitos humanos. Podendo estar no cenário nacional, estadual ou municipal com impacto na realidade municipal de São Paulo

Comunicação:

Reconhecer profissional de comunicação de mídias digitais ou impressa. Jornalista ou outros profissionais, como influenciadores digitais, que abordam em suas produções temas relacionados ao HIV, prevenção, ações e serviços que permitam às pessoas conhecerem sua sorologia, acesso a tratamento de qualidade, enfrentamento do estigma e das barreiras socioculturais para a testagem e cuidados.

Processo de indicação

  1. As indicações serão recebidas no período de 25/07/2022 até 26/08/2022;
  2. Não é necessário/obrigatório a indicação para todas as categorias;
  3. Para indicar candidatas(os) ao prêmio nas categorias elencadas, será obrigatório escrever no momento da indicação um texto de justificativa, sem o qual a indicação será desconsiderada;
  4. Será considerado válido apenas o primeiro formulário enviado no cadastro do e-mail, os demais formulários com o mesmo e-mail serão desconsiderados.
  5. Para fazer suas indicações: Acesse o link: https://forms.gle/3ZeJoJ8VCcAEUN5S7

Cronogramas e Prazos

  • Indicações ao prêmio: de 25/07/2022 a 26/08/2022
  • Apuração dos 3 mais Votados por Categoria: 29/08/2022 e 30/08/2022
  • Processo de votação das indicações: de 01/09/2022 à 03/10/2022
  • Apuração dos votos: 11/10/2022
  • Divulgação e Entrega dos prêmios: 21/10/2022
  • Nota: Em breve será definido o local das premiações